domingo, 6 de fevereiro de 2011

Putinha da noite

Era a puta mais gostosa da noite. Troquei alguns olhares, mas ela quem veio até a mim. Se sentou, pediu uma bebida ao meu lado e começou a puxar papo, com aquele olhar que só as mulheres conseguem fazer... De uma putinha que está quase pedindo que façamos nosso papel de macho delas.
Como queria ver ela implorar, fingi que não estava entendendo as investidas e continuei conversando.
Passou algumas horas e várias garrafas de cerveja, o clima estava esquentando e eu estava cheio de tesão. Resolvi levantar e perguntei se podia levar ela para um lugar com menos barulho. Ela sorriu e foi na frente. Aproveitei e dei uma boa olhada para a bunda dela, que era redondinha e empinada. Linda.
Entrei no carro e ela foi sentando atrás. Sem entender, virei para perguntar porquê ela estava atrás, mas não foi preciso. Quando virei, ela estava de saia, sem calcinha, com as pernas abertas me esperando. Fechei os vidros, tranquei o carro e fui atrás da safada.
Já estava louco de tesão. Tirei sua blusa, enquanto chupava seus peitos com vontade. Apertava, mordiscava, lambia. Ela gemia, falava que estava gostoso, implorava por mais.
Continuei chupando seus peitos enquanto ela tirava minha calça.
Levei minha mão até sua buceta. Estava molhada, tinha uma textura suave, pele feminina, como eu gosto!
Ela já tinha conseguido tirar a calça até a coxa e eu fui descendo para lamber aquele buceta gostosa. Abri bem as pernas da putinha, e comecei a lamber. Coloquei os dedos e lambia. Ela gemia, gritava, puxava meu cabelo... Fiz os dedos entrarem e sairem com mais força e mais rápido, continuei chupando... A putinha gozou bem na minha boca.
Dei meu pau para ela chupar, chupou bem gostoso, cheia de saliva e com uma pressão perfeita, colocava tudo na boca, deixava passar pela garganta sem reclamar e sugava enquanto a lingua passeava.
Tirei da boca dela e coloquei na bucetinha molhada. Estava bem quente, uma delícia.
Coloquei com força, ela gemia ofegante, segurei no cabelo dela e coloquei com mais força, mais intensidade... Esta prestes a gozar, avisei e ela deu um sinal positivo, empinou sua buceta pra mim e gozei gostoso. Dei um urro de prazer enquanto ela gemia de satisfação.
Foi realmente a putinha mais gostosa da noite.

4 comentários:

Swingers Veronika e Cláudio disse...

Adoro esses relatos: são sempre inspiradores! Tenho uma fantasia de ser puta e ainda hei de colocá-la em prática! rsrsrs
Beijos, linda!!!

Swingers Veronika e Cláudio disse...

Depois desse conto, corre lá pro Convento e se confessa que vc tá precisando ir para a luz!!! kkkkkkkkkkkkkk
Mas não reclame da penitência...rs
Beijo, lindona!!!

Anônimo disse...

Que história tesuda...
Desconheço prazeres maiores que esses:
- Fazer uma mulher gozar na minha boca;
- Fazer um mulher gozar pela bundinha;
- Gozar dentro de uma mulher....
Claro, tudo isso regado a beijos, toques, pele-contra-pel, mãos bocas, orelhas..... "und so weiter"
Kuss

Patife disse...

Ah... Aprovado. Tu sabes do que falas. ehehe. ;)